ico Arquitetura e decoração
30/05/2019

Veja dicas de como fazer um jardim vertical em apartamento

compartilhe: icone twitter icone facebook icone messenger icone linkedin icone whatsapp icone email

Quer descobrir como trazer a natureza para dentro do seu imóvel? Neste artigo, ensinaremos como montar um jardim vertical para chamar de seu. Gostou? Então, acompanhe nossas dicas!

Como fazer um jardim vertical?

A proposta do jardim vertical é integrar a natureza com ambientes feitos de concreto. Ele embeleza o apartamento realçando a decoração da área externa e do cômodo. O resultado final é um imóvel com ares leves e saudáveis como só a natureza pode oferecer. Como fazer isso? Vamos revelar os segredos.

Use a planta certa

O tipo de planta que habitará o seu espaço verde dependerá do estilo do jardim. Para aqueles que projetaram esse ambiente para receber muita iluminação solar, a orquídea grapete, a barba-de-serpente e a flor-de-coral são as mais indicadas. Por outro lado, os jardins de meia sombra abraçam as samambaias, o véu-de-noiva e o antúrio.

Porém, se você é do tipo que gosta de plantas mas não tem tempo para cuidar e o seu apartamento não é generoso com a iluminação solar, opte pelas suculentas, elas mostram o seu charme sem a necessidade de uma rega e luz constante. Outra opção são os cactos que, embora muitos o encarem como uma planta sem graça, exibe flores deslumbrantes.

Escolha o local

Havendo espaço e um pouco de luz solar, você pode escolher o ambiente que desejar. Uma ótima ideia é uma sala de estar com fundo de vidro exibindo um belo jardim vertical, fica um charme.

Colocando samambaias e barbas-de-serpentes intercaladas no centro, cria-se um efeito cascata. No canto esquerdo, uma palmeira fênix, no direito a folhagem íris e na base os aspargos-pluma.

Uma segunda possibilidade é aproveitar a área da churrasqueira. Em uma parede próxima, um jardim suspenso com peperômias completará o visual. Para finalizar a “obra de arte”, um canteiro no chão pode projetar grama-amendoim e falso-íris. Com um pouco de criatividade, o jardim pode fazer parte da varanda, da área de serviço, piscina ou de um espaço de convivência.

Cuide com carinho

Os cuidados começam na escolha das plantas. As que citamos têm raízes superficiais, sendo ideais para vasos e xaxins anexados na vertical. Além disso, é necessário adubá-las e regá-las para que cresçam fortes e saudáveis.

Alguns optam por implantar um sistema de irrigação e drenagem para equilibrar a quantidade de água nas plantas. Fique atento também à iluminação. Mesmo as espécies que curtem a luz solar não podem recebê-la o dia todo para que não sejam danificadas.

Como as plantas ficam anexadas na parede, é importante ter cuidado com a quentura ocasionada pelo sol. Se for assim, aumente a quantidade de água. Não esqueça da poda dos galhos secos e daqueles que impedem o crescimento viçoso da planta.

Opte pelos materiais corretos

As alternativas são muitas e o seu gosto dará o apito final dessa escolha. Por exemplo, os blocos de concretos dão um toque rústico ao espaço verde. O mesmo acontece com os tijolos de barro cru — a não ser que decida pintá-los com uma tonalidade leve transformando-os em elegância e requinte.

Para quem dispõe de uma parede lisa, os módulos de plástico e os materiais recicláveis (garrafas pet, cano PVC etc.) são perfeitos para fixar os vasos. Por outro lado, os pallets, estrados e treliças, impedem que você precise de vários furos na parede para pendurar as plantas e combinam bem com vasinhos meia lua.

Como os apartamentos não dispõem de muito espaço, seguindo as dicas que apresentamos, você conseguirá aproveitar bem a metragem disponível para o seu jardim vertical. Daí, é só curtir o seu paraíso particular.

Agora que aprendeu como fazer um jardim vertical no seu apartamento, surpreenda os seus amigos com essa informação. Compartilhe este conteúdo nas redes sociais e receba muitos likes de agradecimentos!

Receba as nossas novidades de forma exclusiva!

fique por dentro! siga nossas redes sociais: