ico Uncategorized
04/07/2019

5 dicas para montar um quarto montessoriano para seu bebê

compartilhe: icone twitter icone facebook icone messenger icone linkedin icone whatsapp icone email

Um espaço infantil deve oferecer recursos que estimulem o aprendizado, proporcionem autonomia e permitam a realização de inúmeras atividades. Para atingir esses objetivos, muitas famílias têm apostado no quarto montessoriano ao planejar o cantinho do bebê.

Esse modelo de projeto se baseia no método Montessori, um estudo que defende a importância de respeitar as diferentes fases do desenvolvimento infantil. Apesar de ser bastante conhecido na área da educação, o conceito pode ser aplicado na arquitetura de interiores.

É sobre essa possibilidade que falaremos no artigo. Acompanhe e descubra como transformar quartos de meninos e meninas em ambientes propícios para a criação, descoberta e diversão!

1. Mantenha o berço próximo ao chão

Um quarto montessoriano deve se aproximar da realidade dos pequenos. Logo, é preciso compor espaços acessíveis, que possam ser tocados e utilizados pela criança. Permitir que ela explore cada canto é fundamental para promover sua autonomia e aguçar sua curiosidade.

Nesse sentido, um dos elementos mais marcantes do estilo é o berço mantido próximo ao chão. Uma cama baixinha, composta por um pequeno estrado e um colchão, é suficiente para que o bebê consiga subir, descer e se movimentar livremente, de forma segura e sem a interferência constante de um adulto.

2. Aposte em itens multifuncionais

Os móveis e acessórios do quarto infantil são projetados para uso da criança, não dos adultos. Logo, é importante prever peças que permaneçam na altura dos olhos do bebê. Um bom exemplo são as prateleiras instaladas perto da base da parede, que podem ser usadas para expor brinquedos e pelúcias.

Investir em itens multifuncionais é uma ótima forma de decorar e, ao mesmo tempo, dar alguma utilidade a cada elemento presente no quarto — sem contar que produtos 2 em 1 ajudam a otimizar o espaço, evitando a necessidade de adquirir vários modelos para o ambiente.

Com barras de apoio coloridas, por exemplo, você enfeita o cômodo enquanto oferece sustentação para o bebê que está começando a dar seus primeiros passos. Outra opção é colocar um espelho horizontal para gerar amplitude e, de quebra, permitir à criança se enxergar e conferir o espaço a partir de vários ângulos.

3. Trabalhe com cores e texturas

Quem pretende montar um quarto montessoriano para o bebê não pode se esquecer de recursos que estimulem o tato e a visão. E quer algo melhor que as cores e as texturas para tal?

Existem diversos materiais disponíveis para agregar tonalidades, relevos, volumes e outras características ao recinto. Você pode trabalhar com uma base neutra (branco) e incluir cores mais vivas nos detalhes, como quadrinhos, nichos e almofadas.

Também vale apostar em papel de parede 3D, em adesivos com estampas e em cortinas felpudas. Painéis vazados, como os biombos, podem atuar como divisória móvel para mudar o layout do quarto — inclusive, eles estão entre as tendências de decoração para 2019.

4. Adicione elementos lúdicos

Cenários de fantasia, móbiles pendurados no teto e cabaninhas dispostas ao lado da cama são ótimas opções de artigos para colocar no quarto de um bebê. Isso porque estimulam a curiosidade e a imaginação dos pequenos, duas qualidades essenciais em qualquer brincadeira.

Jogos adequados à idade da criança, materiais de pintura e livros educativos também entram na lista e podem fazer parte da decoração. Para isso, vale organizá-los em um cantinho do cômodo, sobre prateleiras ou em uma mesa baixa.

5. Pense em segurança

Uma criança só pode se desenvolver adequadamente se estiver protegida contra acidentes domésticos. Por isso, a segurança deve ser fator prioritário no projeto de um quarto baseado no método Montessori.

Alguns cuidados fazem a diferença para reduzir os riscos: utilizar protetores de tomada, colocar redes ou grades nas janelas, instalar trava de porta (salva dedos) e cobrir as quinas dos móveis com peças macias — preferencialmente os modelos feitos com espuma.

Pronto! Você acaba de conhecer a base de um quarto montessoriano para o bebê. O próximo passo é procurar um profissional que desenvolva o projeto conforme a área disponível, sem deixar de lado o conforto, a qualidade e a beleza que um espaço infantil demanda.

Ainda não acompanha a gente nas redes sociais? Visite agora o Facebook, Instagram, Youtube e LinkedIn para seguir cada perfil!

Receba as nossas novidades de forma exclusiva!

fique por dentro! siga nossas redes sociais: